quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

O ano do nosso amor




Nem sei bem por onde começar...neste momento tenho tantas coisas para te dizer.
Em primeiro lugar, adorei ver o teu sorriso esta noite.
Sabes que eu fico meio stressado nestas alturas, mas metade era ficção.

Quero te dizer que este ano que passou vai marcar para sempre as nossas vidas e o que vamos fazer delas.
Este foi um ano que apesar de muitos momentos tristes foi mágico por tudo o que nos aconteceu.
Foi um ano de paixão intensa, por vezes louca. De sentimentos contidos, de muitos sentimentos finalmente declarados.
Foram tantos os momentos em que julguei que iria explodir, por não te poder ter do meu lado, por não te poder beijar, abraçar, fazer amor contigo, gritar o que sentia...
Foi o grande ano do nosso amor!
Prefiro não pensar no que vamos sofrer, hoje, amanhã...
Sei que por ti eu sofro hoje e sofro amanhã...

É a melhor coisa do mundo, amar-te e ver nos teus olhos o quanto me amas.


E hoje...bem, hoje foi incrível.
Quase que parei o carro para acalmar, a excitação era tanta que só de pensar no que aconteceu volto a ficar super (eu disse bem, super!!!) excitado. Acho que se me tocasse agora eu teria um orgasmo enorme.
Por isso vou ter que tomar um banho para tomar medidas.
Vou pensar em ti, no calor do teu corpo, no calor do teu ventre encostado ao meu...
Nos teus beijos, ao mesmo tempo que me pedias para parar.
No desejo de te possuir, de querer que as tuas mãos se prendessem em mim, que as nossas roupas voassem, ou então simplesmente que as calças descessem o suficiente para entrar em ti, para que tivesses os milhares de orgasmos que a vida nos roubou, para que o nosso amor não tivesse nunca maneira de acabar.
E penso em ti...
Só.
Pensando em mim.
Pensando na solução para o nosso amor.
Talvez seja mais fácil parar, dizes tu.
Mas, sabes tão bem como eu, que é impossível.
É como querer parar todos os rios.
Parar os ventos do Norte.
Impedir a terra de girar.

A nossa hora vai chegar.
Um dia vais achar que sem o nosso amor a vida não tem cor.
Vais querer conduzir só com uma mão.
Vais querer me beijar todos os segundos na cozinha.
Vais me dizer para não parar.
Vais me "obrigar" a te possuir por trás.
Vais me amar sem reservas.
Vais me amar sem nada que te impeça de ser feliz comigo.
Vais querer dançar todas as nossas músicas.
Vais me amar como se não houver amanhã.
E eu, vou te dar tudo o que queres, tudo o que desejas, tudo o que pedires, e tu vais me dar tudo o que sonhamos.


Voltei, já tomei banho...
E se fechares os olhos podes recordar os nossos momentos...
Encontramo-nos nos pensamentos.
Talvez ainda estejas a tremer ou a sentir as minhas mãos que tremem.
A respiração ofegante.
O coração que finalmente acalma.
Beijei todo o teu corpo.
Senti os teus lábios em todos os lugares.
Quase que dá para descrever o cheiro do nosso amor que perfuma o quarto.
O teu corpo envolvendo o meu.
O ventre humido, quente.
O sexo duro entre as coxas.
A paixão.
O desejo.
As palavras entre beijos.
Os gritos contidos.
Os olhares que se devoraram.
O tempo que queriamos parar.
Os corpos quentes, abraçados.
A paz.
A inquietação.
Os gemidos.
A sensualidade.
Os beijos.
Os mamilos duros.
As costas beijadas.
O cabelo acariciado.
O meu corpo envolvido pelo teu.
O meu corpo dentro do teu.
Os orgasmos.
O céu.
A pele.
O carinho.
O amor.
Os lábios.
A respiração.
O amor.
O amor.
O desejo.
O amor.
A paixão.
O teu rosto.
O nosso amor.
O nosso desejo.
E ficamos abraçados em silêncio, de olhos nos olhos...


Dizer que te amo não é suficiente...


Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Meu amor

Já é muito tarde, o meu pc avariou e estou a escrever de um emprestado...
Por isso vou ter que ser rápido.

Estou muito feliz pelas tuas palavras, pelo teu beijo, por ter podido olhar para ti em paz durante alguns minutos e de mãos dadas.

Tu fazes-me muita falta, mas também me enches o coração de amor.


Hoje sem fotos e sem músicas, mas com o amor de sempre

Amo-te, amo-te, amo-te tanto...

Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Sway






Vi os teus favoritos e fiquei muito feliz. Ainda bem que não foi só o meu coração que sentiu aquelas palavras que te dediquei.
Escrevo embalado pelo "Dance me to the end of love". Com os sentimentos misturados de um coração que vive afastado do seu amor...e feliz por sentir o quanto me amas.
Penso nos momentos que hoje passei no conforto da escuridão a olhar para ti, a ver os teus movimentos, o teu sorriso, o olhar que tantas vezes senti cravado no meu.
Recordo todas as vezes que tentei disfarçar a intimidade dos nossos corações, no livro que não te dei, nos poucos segundos que respiramos demasiado perto, nos meus lábios que quase tocaram os teus olhos, da tua dificuldade em me dizer olá ou adeus, do que sofri quando te vejo partir de nós.
Ouço o "Falando de amor Tom Jobim" e queria chorar, encontrar uma solução para nós. São sentimentos muito fortes, estou arrasado...as festas só complicam...é a desilusão de não te ver, é a partilha do nós, é a ausência do nós, é o adiar das palavras, dos abraços, dos beijos, das juras de amor, das promessas...
Eu só te quero amar!
Tento repetir para mim mesmo esta ideia, mas nós sabemos que é mentira.
Eu quero muito mais.
Quero-te do meu lado.
Quero que possas dizer que me amas.
Quero gritar o teu nome para as estrelas.
Quero sorrir de amor.
Quero te beijar em todos os momentos.
Quero fazer amor contigo.
Quero viver contigo.
Quero ter um filho contigo.
Quero-te, e sei que queres tudo o que eu quero.

E agora um presente para ti...a música é fabulosa, as vozes fantásticas, o cantor é... um bocadinho feio:)


Save the last dance for me

Baby don't you know I love you so
Can't you feel it when we touch
I will never never let you go
I love you oh so much
You can dance,go and carry on
Till the night is gone
And it's time to go
If he asks if you're all alone
Can he take you home,you must tell him no'Cause
don't forget who's taking you home
And in whose arms you're gonna be
So darling,save the last dance for me

Sei que gostavas de me ver escrever para ti...
É giro, dou por mim muitas vezes a sorrir com os auscultadores na cabeça, as maõs geladas e um coração apaixonado.
Prometo que quando vivermos juntos escreverei para ti, ficarás num lugar em que não possas ler e eu te falarei do nosso amor.
Depois serei eu a olhar o teu rosto enquanto lês. Os meus olhos a devorar as tuas emoções.
E depois...bem, sou capaz de pensar em alguma coisa para fazer depois.


Esta próxima música podia tocar depois do sway, seria uma das minhas escolhas para te ter nos meus braços...ok, carrega no play e volta aqui para ver o que te quero dizer...


Lets Stay Together

I´m so in love with you...

Estás a ouvir a música?
ouve a minha voz...

Eu estou apaixonado por ti,
O que queres fazer,
Está bem para mim.
Porque me fazes sentir tão novinho em folha
E eu quero passar minha vida contigo.
Dizem que desde, querida, desde que ficamos juntos,
Amar-te eternamente é o que eu preciso...Deixa-me ser aquele para quem tu vens correndo,
Eu nunca serei infiel...Querida, vamos, vamos ficar juntos.
Amando-te quer os tempos estejam bons ou maus, felizes ou tristes...
Quer os tempos estejam bons ou maus, felizes ou tristes...
É linda não é?
Agora vou procurar uma imagem do nosso amor, que vai ser a primeira coisa que vais ver.


Um beijo grande para ti.
Amo-te com todo o meu coração
Espero que gostes de tudo...


Para ti, com todo o meu amor
sempre teu

domingo, 28 de dezembro de 2008

Para ti, com todo o meu amor... e muito desejo









Espero que gostes...



Procurei esta música para nós, ela me faz pensar no passado, recordo muitos momentos, coisas boas, coisas muito más.
Nem um toque


Não posso apagar o passado, por mais que gostasse.
Talvez tenhas razão e o amor se tivesse perdido se eu tivesse agarrado o momento. E agora não estaríamos juntos...
Não sei como seria, apenas sei como será quando a vida nos unir de novo.
Sei que seremos muito felizes!
Sei que te vou amar todos os dias como te amo hoje.
Que cada momento será especial.


Estavas linda hoje (como sempre), a simplicidade que te incomodou só te torna mais bela aos meus olhos.
Queria ser eu dar-te a mão, a tomar banho contigo e muito lentamente esfregar as tuas costas, ensaboar cada centímetro de pele que beijaria com amor. Massajava os teus pés, escovava os teus cabelos, beijava o teu pescoço, hidratava a tua pele, beijava as tuas coxas, apertava os teus seios, perdia-me em ti e encontraria sempre o nosso caminho. Deixava que me beijasses, poderias fazer do meu corpo o teu castelo, o teu forte, o teu porto de abrigo.
Seria e serei sempre teu.

Não são só os olhos os meus aliados...o teu sorriso que por vezes tentas esconder diz-me muito mais do que gostavas.

Adorei o teu mail, a música e principalmente a letra...
Esta é vou querer dançar bem agarrado a ti, e prometo que depois nunca mais sairás dos meus braços

Lady
Kenny Rogers

Lady! I'm your knight in shining armor and I love you!
You have made me what I am and I am yours.
My love! There's so many ways I want to say, “I love you.”
Let me hold you in my arms forever more.
You have gone and made me such a fool.
I‘m so lost in your love.
And oh, we belong together.
Won't you believe in my song?
Lady!
For so many years, I thought I'd never find you.
You have come into my life and made me whole.
Forever let me wake to see you each and every morning
Let me hear you whisper softly in my ear.
In my eyes, I see no one else but you.
There's no other love like our love
And yes, oh yes I'll always want you near me.
I've waited for you for so long.
Lady! Your love's the only love I need.
Beside me is where
I want you to be.
Cause my love there's something
I want you to know.
You're the love of my life.
You're my lady!

É tão linda esta música que agora vou ter que procurar imagens para o nosso amor...

Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

sábado, 27 de dezembro de 2008

falling in love with you




Tinha desejado nunca mais me apaixonar, ainda que nunca perdesse a esperança de ser feliz.
Para mim sem paixão nunca seria inteiramente feliz, apenas mais um dos comuns mortais.
Depois veio novamente a paixão rir-se na nossa cara.
Brincar com os nossos sentimentos, mostrar cores que julgava que tinham desaparecido da terra.
Com ela voltaram os cheiros de mil flores.
A música voltou a completar o amor.
Respondo que ele aprisiona
Eu liberto
Que ele adormece as paixões
Eu desperto
E o tempo se rói
Com inveja de mim
Me vigia querendo aprender
Como eu morro de amor
Prá tentar reviver
No fundo é uma eterna criança
Que não soube amadurecer
Eu posso, ele não vai poder
Me esquecer
E agora com tanto amor estás quase só.
E eu, que estou como tu, quase só.
Bem fecho os olhos na esperança de que as lembranças tragam calor, um sorriso, um beijo...mas quando abro os olhos e vejo as minhas mãos... elas continuam vazias de ti.
Talvez fosse mais fácil se sentisses paixão por ele, talvez eu escondesse o nosso amor bem lá no fundo... perderia a alma e o querer, mas viveria a vida sem lágrimas, sem esperanças...
Transformaria flores em terra, música em barulho, odiaria as crianças e o sol, amaldiçoaria o amor e os apaixonados enquanto insultava a lua e o mar...

http://www.youtube.com/watch?v=Or7mKb_xmdw&feature=related
Falando de Amor
Tom Jobim

Se eu pudesse por um dia
Esse amor, essa alegria
Eu te juro, te daria
Se pudesse esse amor todo dia
Chega perto, vem sem medo
Chega mais meu coração
Vem ouvir esse segredo
Escondido num choro canção
Se soubesses como eu gosto
Do teu cheiro, teu jeito de flor
Não negavas um beijinho
A quem anda perdido de amor
Chora flauta, chora pinho
Choro eu o teu cantor
Chora manso, bem baixinho
Nesse choro falando de amor
Quando passas, tão bonita
Nessa rua banhada de sol
Minha alma segue aflita
E eu me esqueço até do futebol
Vem depressa, vem sem medo
Foi pra ti meu coração
Que eu guardei esse segredo
Escondido num choro canção
Lá no fundo do meu coração
Guarda o meu amor
o meu perfume
junto a ti
apertadinho
fecha os olhos comigo
acorda a pensar em nós
um dia
teremos o nosso sonho
eu amo-te
eu ouvi a tua voz sussurrada
Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Fazes-me falta


Dentro dos meus desejos mais acessiveis, talvez um dos que me desse mais prazer seria o de estar hoje uma hora que fosse num sofá, sentados no chão, deitados numa relva ou areia quente, de olhos nos olhos, em paz, sem pensar que alguém podia chegar. E, ficar ali a sorrir e ver sorrir, só eu, tu e os Deuses.
How Deep Is Your Love
Bee Gees
I know your eyes in the morning sun
I feel you touch me in the pouring rain
and the moment that you wander far from me
I wanna feel you in my arms again.
And you come to me on a summer breeze
keep me warm in your love then you softly leave
and it's me you need to show
how deep is your love
Is your love
How deep is your love
I really need to learn
Cause we're living in a world of fools
breaking us down
when they all should let us be
we belong to you and me.
I believe in you
you know the door to my very soul.
you're the light in my deepest darkest hour
you're my saviour when I fall..
And you may not think that I care for you
when you know down inside that I really do
and it's me you need to show
How deep is your love?
And you come to me on a summer breeze
keep me warm in your love and then softly leave
and it's me you need to show
how deep is your love
Tenho tantas saudades tuas, dos nossos momentos, das tuas palavras, dos teus abraços...
Fazes-me tanta falta
Um Natal feliz para ti
Amo-te muito
Eu sinto sempre o teu "SIM......!!!"
Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

O meu presente


Gostava muito de te dar um presente.
Procuro mil formas de o fazer, sabendo que não concordas com nenhuma delas.
Infelizmente nunca te ofereci flores.
Só te posso dar o que tenho no coração, todo o meu amor.
Não estou triste hoje, mas enquanto escrevo e penso no passado uma lágrima se solta.
Gostava tanto de passar o Natal do teu lado. Sei que estarias e serias feliz.
Fecho os olhos e vejo os teus olhos, tento não me lembrar das tuas palavras de hoje, recordo o amor que sentias ao me abrir a porta, o beijo.
Penso na meia-noite que se aproxima. E no momento de festejar.
Penso em ti.
Penso em nós.
Penso nos outros.
Será que alguém será feliz?
O teu signo para esta semana:
22 a 28 de Dezembro de 2008
O Mágico
Só existem duas formas de viver: ou nos resignamos ou nos indignamos. Qual delas é a sua opção?
Podemos sempre começar de novo outra e outra vez, se temos forças e ferramentas para tal e não estamos contentes com o que temos… porque não? O Mágico vem reforçar ainda mais esta ideia, mostrando que este momento será ainda mais propício para tal! Ele incita o poder de iniciativa de cada um de nós e desperta o nosso lado mais ousado, aquele que nós não deixamos aparecer porque não temos tempo para esses disparates! Quem é que nos disse que para sermos uns senhores crescidos temos de perder a graça?
Novos projectos poderão surgir, tanto profissionais como pessoas e no amor as coisas também podem aquecer com uma nova paixão ou o reacender de uma velha chama. Tudo pode acontecer e o seu entusiasmo vai fazer com que a sua vida fique virada ao contrário.
Amo-te muito, é tudo o que tenho para te dar.
Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

E tudo o que eu quero no Natal és tu

E não, não estou a falar do modelo da foto!
Estou mesmo a falar de ti.
Tu, que és a mais bela e meiga das mulheres, que me fazes sentir amado e por quem eu deixaria tudo...só para te ter do meu lado.
Prometo-te que quando vivermos juntos deixarei de ser o Grinch que não quer o Natal e voltarei novamente a achar que é a mais bela das épocas do ano.

Amo-te e amo-te!!!!

O beijo foi lindo, estava cheio de saudades tuas.
Fazes-me falta!
Beijo-te

Já é muito tarde...já falta pouco para te ver.

E quando tu vestires um mini-fatinho de Natal e eu te despir e...

Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Hoje 5 posts




"My first love will be my last"

Não sei quem o disse, nem vou procurar.

Prefiro procurar em mim a verdade destas palavras.

Prefiro ver em ti a verdade destas palavras.

E, de todas as vezes que procuro o nosso amor, encontro uma grande paixão.
Ela não é desmedida...é grande mas real.
O nosso amor não pode assustar por ser tão enorme a paixão.
Se assim não fosse, não seria amor.
Seria talvez um simples desejo.
E, por um simples desejo, ninguém sofre assim, ninguém luta tanto, ninguém sonha tanto, ou passa tantos momentos perdido em pensamentos.
É a ti que eu amo.
És o meu desejo.
Fazes-me sonhar.
Fazes-me falta.
Esperarei por ti, mesmo que deixes de me escrever o "sempre tua" ou "SIM........!!!"
E tu sabes bem que serei
Sempre teu





















Como uma ilha

http://www.youtube.com/watch?v=oINmjaw0YME&feature=related


Tu és todos os livros,
Todos os mares,
Todos os rios,
Todos os lugares.
Todos os dias,
Todo o pensamento,
Todas as horas
O teu corpo no vento.
Tu és todos os sábados,
Todas as manhãs,
Toda a palavra
Ancorada nas mãos.
Tu és todos os lábios,
Todas as certezas,
Todos os beijos
Desejos, princesa.
Como uma ilha,
Sozinha...
Prende-me em ti,
Agarra-me ao chão,
Como barcos em terra
Como fogo na mão,
Como vou esquecer-te,
Como vou eu perder-te,
Se me prendes em ti,
Agarra-me ao chão,
Como barcos em terra,
Como fogo na mão,
Como vou eu lembrar-te
Se a metade que parte
É a metade que tens.
Tu és todas as noites
Em todos os quartos,
Todos os ventos
Em todos os barcos.
Todos os dias
Em toda a cidade,
Ruas que choram
Mulheres de verdade.
Tu és só o começo
De todos os fins,
Por isso eu te peço
Fica perto de mim.
Tu és todos os sons
De todo o silêncio,
Por isso eu te espero
Te quero e te penso.
Como uma ilha,
Sozinha...


Sempre teu
Nos teus olhos encontro tudo o que a tua boca quer calar







Sempre teu

E tu, que deixas em mim tanto de ti




Deixas Em Mim Tanto De Ti
Pedro Abrunhosa

A noite não tem braços
Que te impeçam de partir,
Nas sombras do meu quarto
Há mil sonhos por cumprir.
Não sei quanto tempo fomos,
Nem sei se te trago em mim,
Sei do vento onde te invento, assim.
Não sei se é luz da manhã,
Nem sei o que resta em nós,
Sei das ruas que corremos sós,
Porque tu,
Deixas em mim
Tanto de ti,
Matam-me os dias,
As mãos vazias de ti.
A estrada ainda é longa,
Cem quilómetros de chão,
Quando a espera não tem fim,
Há distâncias sem perdão.
Não sei quanto tempo fomos,
Nem sei se te trago em mim,
Sei do vento onde te invento, assim.
Não sei se é luz da manhã,
Nem sei o que resta em nós,
Sei das ruas que corremos sós,
Porque tu,
Deixas em mim
Tanto de ti,
Matam-me os dias,
As mãos vazias de ti.
Navegas escondida,
Perdes nas mãos o meu corpo,
Beijas-me um sopro de vida,
Como um barco abraça o porto.
Porque tu,
Deixas em mim
Tanto de ti,
Matam-me os dias,
As mãos vazias de ti.
Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

desejos

E hoje comecei o post pela imagem.
Da minha parte pouco mais posso fazer do que sonhar...
E desejo que chegue o dia em que tu e eu sejamos três.
Para ti, com muito amor
Sempre teu

domingo, 21 de dezembro de 2008

viver de amar




Bastante cansado, mas não o suficiente para te deixar de escrever.
Pensei muito em ti, esperei uma mensagem tua, mas sei que estás a tentar largar o vicio de mim.
Quase no fim da noite tocou a pedido, a nossa música e eu só queria que estivesses do meu lado.
Sei que um dia seremos nós a partilhar as coisas boas da vida.
Talvez te diga demasiadas vezes que te amo.
Talvez demonstre demasiado amor, e isso te assuste.
Talvez um dia...
Talvez...
Até lá viverei nas tuas lembranças, respirarei no teu olhar e será o teu sorriso a alimentar-me.
Amo-te muito!
E, quanto a isto nada podemos fazer.
Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

sábado, 20 de dezembro de 2008

Sempre teu







Eu sei que a esta hora já devia de estar a dormir.
Mas não o posso fazer sem te escrever.
Talvez te pudesse "castigar" pela minha tristeza matinal e não escrever, mas acho que nunca me perdoaria.

Cheguei bastante tarde e não tive tempo para te visitar. Estou certo que me perdoas, assim como a insistência da tarde... é que por vezes, é muito complicado evitar certas atitudes que sei que te desagradam. Mas, ao teu lado não consigo parar de te tocar ou de te beijar.

Eu sei que está a ser complicado...mas por favor, não me digas aquelas palavras.
Diz-me só, que um dia serás só minha. Nem que esse dia nunca chegue. Se a vida já nos roubou um do outro durante tantos anos, ela pode nos roubar para sempre.
Mas, nunca estaremos inteiramente sós, teremos sempre o nosso amor e a esperança de uma vida a dois.


Reparei na tua tentativa de fugir do amor, ao não conseguires ouvir até ao fim, do meu lado esta música.


Chegará o dia, em que não conseguirás ouvir a música de outra maneira que não seja ao meu lado e de olhos nos olhos.


Por vezes esqueço-me quando estou contigo do que sofremos na nossa ausência.
Quando acordo, corro para as tuas palavras e depois vou-te procurar sem pensar que horas antes queria chorar e que adormeci agarrado a uma almofada de lembranças.
Por tudo isso tu queres parar, mas é por todos os momentos que o nosso amor não vai ter fim.
Em cada lágrima... aperto no coração ou lembrança, a paixão e a vontade de estar do teu lado aumenta!

E, eu sei que tanto amor não pode acabar nunca.
Essa Tal Liberdade
SPC

O que é que eu vou fazer
Com essa tal liberdade?
Se estou na solidão
Pensando em você
Eu nunca imaginei
Sentir tanta saudade
Meu coração não sabe
Como te esquecer...
Eu andei errado
Eu pisei na bola
Troquei quem mais amava
Por uma ilusão
Mas a gente aprende
A vida é uma escola
Não é assim que acaba
Uma grande paixão...
Quero te abraçar
Quero te beijar
Te desejo noite e dia
Quero me prender todo em você
Você é tudo o que eu queria...
O que é que eu vou fazer
Com esse fim de tarde?
Prá onde quer que eu olhe
Lembro de você
Não sei se fico aqui
Ou mudo de cidade
Sinceramente amor
Não sei o que fazer...
Eu andei errado
Eu pisei na bola
Achei que era melhor
Cantar outra canção
Mas a gente aprende
A vida é uma escola
Eu troco a liberdade
Pelo teu perdão...
Quero te abraçar
Quero te beijar
Te desejo noite e dia
Quero me prender todo em você
Você é tudo o que eu queria...
O que é que eu vou fazer
Com essa tal liberdade?
Se estou na solidão
Pensando em você
Eu nunca imaginei
Sentir tanta saudade
Meu coração não sabe
Como te esquecer...
Eu andei errado
Eu pisei na bola
Troquei quem mais amava
Por uma ilusão
Mas a gente aprende
A vida é uma escola
Não é assim que acaba
Uma grande paixão...
Quero te abraçar
Quero te beijar
Te desejo noite e dia
Quero me prender todo em você
Você é tudo o que eu queria...
Amo-te
Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

1ªUm sonho 2ª Closer 3ª, 4ª e 5ª filmes que marcam e que fazem sonhar











O amor calcula as horas por meses, e os dias por anos; e cada pequena ausência é uma eternidade.
John Dryden

É incrível, por mais músicas que ouça, no lugar onde nos procuramos, vou sempre parar à Dança da Solidão...e uma nostalgia imensa invade este coração que é teu.

Ainda é cedo, passa da uma e meia só agora comecei a escrever, estive perdido nas músicas e a pensar em ti. Não quis aparecer tarde para não piorar o ambiente e agora fico arrependido, tentei mas não consegui te ver hoje, e já sabes como fico quando não te vejo...

A tua voz matou um pouco da saudade e agora fecho os olhos e vejo o teu sorriso, e sinto o teu abraço e o teu beijo...vou parar com este tema porque podia nos levar muito longe...

Uma das primeiras citações de amor que ouvi enquanto menino e da qual nunca me esqueci dizia:
"A distância é para o amor aquilo que o vento é para o fogo: apaga o mais pequeno, aumenta o mais forte"


É o que eu sinto a cada dia que não te vejo, a cada noite que não passamos juntos, a cada abraço que não te posso dar, a cada dia que não podemos fazer amor e ficar abraçados. (Se bem que eu me contentasse para já, só em fazer amor!)

Sobre este tema, li mais uma vez as tuas palavras:
Depois do que acabei de ler...acho que não consigo escrever nada.
Estou ligeiramente agitada, talvez pelo detalhe e pormenor da tua escrita.
Esta música apesar de não ser das minhas favoritas, pareceu-me adequada.Gostava de ter ficado a para olhar para ti enquanto me escrevias.Acho que também tinhas gostado de ficar a olhar para mim enquanto eu te lia.Se eu pudesse saia daqui e ia acordar-te. Como não posso...não fiques muito perto de mim!


Que posso eu dizer?
Quando tu me desejas quanto eu te desejo.
E quando tu escreves é a tua voz que me fala ao ouvido, é da tua boca as palavras que dizem que me amam e me desejam também.

Ontem, pedi-te palavras e tu através desta música deste-me o amor

Pra Ser Sincero
Marisa Monte

Eu era tão feliz
E não sabia, amor
Fiz tudo que eu quis
Confesso a minha dor...
E era tão real
Que eu só fazia fantasia
E não fazia mal...
E agora é tanto amor
Me abrace como foi
Te adoro e você vem comigo
Aonde quer que eu vôe...
E o que passou, calou

E o que virá, dirá
E só ao seu lado
Seu telhado
Me faz feliz de novo...
O tempo vai passar
E tudo vai entrar
No jeito certo
De nós dois...
As coisas são assim
E se será, será
Prá ser sincero
Meu remédio é
Te amar, te amar...
Não pense, por favor
Que eu não sei dizer
Que é amor tudo
O que eu sinto
Longe de você...
E agora é tanto amor
Me abrace como foi
Te adoro e você vem comigo
Aonde quer que eu vôe...
E o que passou, calou
E o que virá, dirá
E só ao seu lado
Seu telhado
Me faz feliz de novo...
O tempo vai passar
E tudo vai entrar
No jeito certo
De nós dois...
As coisas são assim
E se será, será
Prá ser sincero
Meu remédio é
Te amar, te amar...
Não pense, por favor
Que eu não sei dizer
Que é amor tudo
O que eu sinto
Longe de você...



Hoje sou eu que te dou estas palavras de saudade, de solidão, de amor, do desassossego que partilhamos...


Não Dá Mais Pra Segurar (Explode Coração)
Maria Bethânia
Chega de tentar dissimular
E disfarçar e esconder
O que não dá mais pra ocultar
E eu não posso mais calar
Já que o brilho desse olhar foi traidor
E entregou o que você tentou conter
O que você não quis desabafar e me cortou
Chega de temer, chorar, sofrer
Sorrir, se dar, e se perder, e se achar
Que tudo aquilo que é viver,
Eu quero mais é me abrir
E que essa vida entre assim
Como se fosse o Sol
Desvirginando a madrugada
Quero sentir a dor dessa manhã
Nascendo, rompendo, rasgando,
E tomando meu corpo e então...
Eu... chorando, sofrendo, gostando, adorando
Gritando feito louca, alucinada e criança
Sentindo o meu amor se derramando
Não dá mais pra segurar
Explode coração
Amo-te

Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Fala-me do nosso amor





O Blog não queria abrir.
Foi um pequeno susto, que fez com que eu tivesse pensado imediatamente em:
_Como é que eu vou falar para ti?
_Vais ficar triste e desiludida quando vires que não escrevi...
Mas, felizmente ele já permite escrever.
É uma sensação parecida com a de ontem de tarde, e por isso dá para teres uma ideia do meu contentamento.
Ontem também pedi muitas vezes beijos...arrastei-te...fiz biquinho...fui muiiiiiiiiiiiito chato...roubei alguns...mas sabes que não gosto de forçar e fico sempre tristinho (eu sei que tenho muito mimo) quando o faço.
E depois, tu!
Tão linda!
Maravilhosa!
O meu anjo, meu amor!
Beijaste-me!!!!!!!!!!
Quando não esperava os teus lábios suavemente tocaram os meus. Uns segundos em que fiquei quase paralisado, um sentimento que tenho dificuldade de definir. Delicioso momento...um dos melhores que já tive.
Sem nada esperar, deste-me um pedaço de céu.
E tu és assim, enches de alegria o meu coração.
Por vezes dás-me as tuas palavras, outras fazes-me sofrer com a ausência delas.
E, eu sofro por te ver sofrer.
Sei que querias muito me dar tudo o que eu quero, e que gostavas que te desse muito mais do que o que te dou, mas...
E, é a nossa sina! Sofrer, desejar, amar, ser amado,esperar, esperado, beijar, ser beijado, negado, coração dorido mas nunca fechado.
E amar-te, amar-te.
E, sinto-me completamente amado.


Baby Can I Hold You
Tracy Chapman

Sorry!
Is all that you can't say?
Years gone by and still
Words don't come easily
Like sorry
Like sorry

Forgive me!
Is all that you can't say?
Years gone by and still
Words don't come easily
Like forgive me
Forgive me

But you can say, baby...
Baby, can I hold you tonight?
Maybe if I'd told you the right words
At the right time
You'd be mine

I love you
Is all that you can't say?
Years gone by and still
Words don't come easily
Like I love you
I love you
But you can say, baby...
Baby, can I hold you tonight?
Maybe if I'd told you the right words
At the right time
You'd be mine

Baby, can I hold you tonight?
Maybe if I'd told you the right words
At the right time
You'd be mine...

A cada dia que passa eu sinto que é cada vez mais dificil parar, mas é tão boa a sensação que existe dentro de mim, que espero que esse dia não venha nunca.


Amo-te
e, sinto um prazer enorme por te amar

Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Depois do amor, o abraço







O dia foi bom.
Acordar e ler as tuas palavras...
Que bom que é saber que temos tanto amor.
E mil desejos por realizar.
Eu, que te amo tanto.
Tu, que guardas e disfarças a palavra "amo-te", mas que felizmente não escondes o que sentes por mim.
A tarde foi excelente como tu sabes bem.
Boa companhia, diversão, sonho.
A noite deu-me mais uma hora de prazer intenso.
De uma felicidade que sendo incompleta é enorme.



“Em todas as ruas te encontro
Em todas as ruas te encontro
Em todas as ruas te perco
conheço tão bem o teu corpo
sonhei tanto a tua figura
que é de olhos fechados que eu ando
a limitar a tua altura
e bebo a água e sorvo o ar
que te atravessou a cintura
tanto, tão perto, tão real
que o meu corpo se transfigura
e toca o seu próprio elemento
num corpo que já não é seu
num rio que desapareceu
onde um braço teu me procura
Em todas as ruas te encontro
Em todas as ruas te perco
Mário Cesariny
Estou cansado, a precisar de dormir.
Queria tanto que aqui estivesses, para te abraçar e dormir encaixado em ti. E amanhã acordar, ver o teu sorriso e beijar-te...
Fazes-me falta!
Demasiada falta, para viver assim!
Amo-te, meu amor
Beijo-te
Para ti, com todo o meu amor
Sempre teu

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

as tuas e as minhas palavras mil, de mil carinhos e perfumes mil






Desculpa.

Nunca te vou esquecer.


Neste sonho em que entraste na minha vida...o meu mundo nunca mais será o mesmo...não importa eu sei quem és...e eu nunca esquecerei:

_O teu beijo

_O teu sorriso

_O teu perfume




Isto não vai ser fácil.

Nada que não estivesse previsto...


Olhei milhares de vezes o caminho que me traria um pouco de ti.

Esperei, primeiro eufórico, depois desiludido...

Assim é o amor a imitar a vida.



Talvez a nossa história não termine agora.


Como me deixam feliz estas palavras.
Ainda que bem no fundo do meu coração, eu já soubesse que assim era.



Sente-te abraçado e beijado.


Eu sinto,

_em cada olhar

_em cada toque

_em cada sorriso

_em cada carinho

Sinto cada pedaço de ti a tocar cada milímetro da minha pele.
Quando me olhas, eu sinto os teus lábios beijarem os meus, beijas-me o pescoço, as tuas mãos tiram a minha roupa, percorrem o meu corpo, cravas as unhas nas minhas costas, com a força do desejo e o carinho do amor.

Tocas o meu sexo com a mesma vontade da primeira vez e eu sinto que toco o céu nas tuas mãos... na tua boca...

Depois atiras comigo para um tapete qualquer e beijas-me e beijas e beijas...e eu entro em ti...sinto o teu calor de mil sóis, o teu cheiro, e depois o cheiro é o nosso, o cheiro do nosso amor, de mil fluidos, misturados com o suor de mil carinhos...e nunca ouve um perfume igual, tão belo!

E no teu olhar tocamos o céu ao mesmo tempo!

E fechas os olhos...

Eu abro os meus.

E no meu olhar toco o teu rosto, o teu cabelo, o teu nariz frio que aqueço com o calor do meu peito enquanto te abraço com a força do nosso amor.
Tiro a tua roupa e com beijos descubro o corpo de mulher da que me faz viver. Com o mesmo carinho com que se beija o mais precioso que existe, a jóia não inventada ainda, toco o teu corpo. Perco-me nos teus seios em centenas de beijos misturados com as caricias das minhas mãos e no teu pescoço digo milhares de palavras, sussurro o teu nome entre mordidas e beijos. Sentes o peso do meu corpo e o entusiasmo do meu sexo, e o teu ventre reclama por mim, que perdido estava em caricias. Sem mais demoras a minha língua inunda de prazer o teu corpo, sentes a humidade e o calor, o prazer...e agarras o meu cabelo, dizes que és minha, atinges o orgasmo e não queres que aquele momento acabe nunca, e digo o teu nome, prometo-te o meu amor, e grito o quanto te amo...e fazemos amor...entro em ti...movimentos suaves, movimentos brutos, abraços apertados como se agarra a vida e também no meu olhar tocas o céu.

Depois de hoje, talvez não seja boa ideia que me olhes nos olhos, porque os nossos corpos vão querer se tocar e fazer amor...
E, eu acho que não consigo controlar o meu corpo, e tenho muitas duvidas que consigas controlar o teu.
Amo-te
Sim.......!!!!!

Para ti, com todo o meu amor

Sempre tua...
Sempre teu